você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Ebook Gratuito: Dá para fazer em Shell?, com o Prof. Julio Neves

O comando ls (3)

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 06 de Outubro de 1998

O comando

% touch "li	xo" 

onde as sílabas li e xo são separadas por um TAB, geram algo do tipo no diretório corrente:

CUECMAG              Projeto_Treinamento  links
DSC                  TMP                  mail
DicasL               a                    mirror
EFR                  amanda               packages
FOB                  bin                  src
Futuro_do_Livro      dicas-l              tcpip
Informix.ps.gz       dicas.pl             tmp
JAVA                 efr                  xmodmap.txt
Mail                 li xo
Manaus               lib

Observe bem, parece que foi criado um arquivo com um espaço em branco no meio (o que é plenamente possível). Entretanto não é um espaço em branco, e sim uma marca de tabulação.

Para ver os caracteres reais, podemos emitir o seguinte comando:

% ls -q
CCUECMAG             Projeto_Treinamento  links
DSC                  TMP                  mail
DicasL               a                    mirror
EFR                  amanda               packages
FOB                  bin                  src
Futuro_do_Livro      dicas-l              tcpip
Informix.ps.gz       dicas.pl             tmp
JAVA                 efr                  xmodmap.txt
Mail                 li?xo
Manaus               lib

A flag -q converte os caracteres não exibíveis no caracter "?".

Imagine ainda a situação:

% touch lixo
% touch "lixo	"
% ls
CCUECMAG             Projeto_Treinamento  links
DSC                  TMP                  lixo
DicasL               a                    lixo
EFR                  amanda               mail
FOB                  bin                  mirror
Futuro_do_Livro      dicas-l              packages
Informix.ps.gz       dicas.pl             src
JAVA                 efr                  tcpip
Mail                 li xo                tmp
Manaus               lib                  xmodmap.txt

A listagem do diretório indica dois arquivos de nome aparentemente igual. O comando

% ls -b
CCUECMAG             Projeto_Treinamento  links
DSC                  TMP                  lixo
DicasL               a                    lixo\011
EFR                  amanda               mail
FOB                  bin                  mirror
Futuro_do_Livro      dicas-l              packages
Informix.ps.gz       dicas.pl             src
JAVA                 efr                  tcpip
Mail                 li\011xo             tmp
Manaus               lib                  xmodmap.txt

irá mostrar que os dois arquivos não são iguais. A flag -b indica também a representação ASCII do carácter não exibido (\011), o que já não ocorre quando usamos a flag -q.



Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida