De acordo com as Leis 12.965/2014 e 13.709/2018, que regulam o uso da Internet e o tratamento de dados pessoais no Brasil, ao me inscrever na newsletter do portal DICAS-L, autorizo o envio de notificações por e-mail ou outros meios e declaro estar ciente e concordar com seus Termos de Uso e Política de Privacidade.


Formatação de Texto

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 24 de Abril de 2003

Eu gosto de escrever adotando uma largura de linha de no máximo 60 caracteres. Acho que fica mais fácil de ler e bem mais agradável.

Da mesma forma, quando recebo correspondência de alguém, faço a mesma coisa, organizo o texto em 60 colunas.

Sistemas GNU/Linux oferecem um recurso excelente para realizar esta tarefa, o comando fmt.

O comando fmt pode ser invocado para fazer esta formatação tanto diretamente como a partir de um editor de texto como o vi (meu favorito :-)

Para invocá-lo a partir do vi, entre em modo de comando, pressionando a tecla <ESC> e digite:

:%!fmt -w 60

O caractere % indica que a formatação deve ser aplicada a todo o texto. O caractere ! invoca um comando externo ao editor. O que se segue, fmt -w 60, indica que as linhas devem ser formatadas com largura máxima de 60 caracteres. Isto nem sempre é possível, pois o fmt não realiza separação silábica.

Para utilizar o comando fmt diretamente:

fmt -w 60 arquivo.txt > novoarquivo.txt


Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida