você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Tornando arquivos PHP executáveis no Windows

Colaboração: Everton da Rosa

Data de Publicação: 03 de agosto de 2015

Para tornar os seus arquivos PHP executáveis no Windows, ou seja, fazer com que eles "abram" sem a necessidade de chamar o php.exe, faça o seguinte:

  1. Abra o prompt de comando (cmd.exe) como Administrador (suponho que saiba fazer isso);
  2. Execute o comando interno do cmd.exe FTYPE da seguinte forma:
      FTYPE PHPfile="c:\php\php.exe" "%1" "%*" 
    
    onde "c:\php\php.exe" é o local de instalação do PHP.
  3. Execute o comando interno do cmd.exe ASSOC .php=PHPfile

Pronto! Agora, basta você digitar o nome do seu script PHP no promtp do cmd.exe que ele será executado.

Sempre lembrando: esta dica se aplica a scripts PHP escritos para rodar no modo CLI do PHP.

Você pode ainda aperfeiçoar a execução acrescentando a extensão do PHP na variável %PATHEXT% do cmd.exe, desta forma:

  SETX PATHEXT %PATHEXT%;.PHP

Após, reinicie o cmd.exe.

Assim, você não precisará digitar a extensão .php para executar o arquivo.

Se você quiser executar os arquivos PHP no modo CLI com um php.ini personalizado, utilize o FTYPE da seguinte forma:

  FTYPE PHPfile="c:\php\php.exe -c c:\php\php-cli.ini" "%1" "%*"

onde c:\php\php-cli.ini é o caminho para o seu php.ini personalizado.

Isso é útil para, por exemplo, retirar as tags HTML das mensagens de erro do PHP, que no modo CLI não fazem sentido existir (alterando a diretiva html_errors do php.ini)

Com isso, você pode utilizar o PHP como linguagem de scripting no Windows.

Everton da Rosa é programador PHP por hobby e apaixonado pela linha de comando.


Veja a relação completa dos artigos de Everton da Rosa