você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Desmistificando o comando mount

Colaboração: José Messias Alves da Silva

Data de Publicação: 10 de março de 2008

Em sistemas GNU/Linux, ou Unix-like de uma maneira geral, quando se desejar acessar um sistema de arquivos seja uma partição, um disquete, um CD-ROM ou diferentes dispostivos tais como zip drive, pen-drives dentre outros, é necessário, inicialmente, montar o sistema de arquivos antes de começar a usá-lo.

Atualmente, a maioria dos sistemas provêem mecanismos de automontagem, onde o sistema faz automaticamente a montagem para o usuário. Entretanto, algumas vezes temos que fazer esse processo manualmente, o que é feito utilizando-se o comando mount.

Nesta dica, mostraremos algumas coisas que podem ser realizadas por meio desse comando.

Em sua forma mais básica, basta usar:

  # mount opcoes dispositivo ponto_de_montagem 

Para verificar quais sistemas de arquivos estão montados, digita-se apenas:

  # mount 

Remontando um dispositivo como somente-leitura

Esta é muito útil quando se desejar ter um backup de um sistema de arquivos de um servidor em produção. Nesse caso, para a realização do backup, pode-se remontar o sistema de arquivos como somente-leitura, de modo que ninguém possa escrever na partição enquanto o backup estiver acontecendo. Por exemplo, pode-se remontar uma partição já montada /dev/hda5 como somente-leitura executando o seguinte comando:

  # mount -o remount,ro /dev/hda5 /mnt/C/ 

Uma vez terminado o backup, pode-se remontá-la novamente como leitura-e-escrita:

  # mount -o remount,rw /dev/hda5 /mnt/C/ 

Este comando também é muito interessante quando o sistema foi, de alguma maneira, corrompido. Quando se inicia o sistema em modo mono-usuário, o sistema de arquivos é montado em somente-leitura. Numa situação como esta, para proceder a alterações nos arquivos de configuração é necessária remontá-lo como leitura-e-escrita.

Montando uma imagem ISO para visualizar seu conteúdo

Quando se tem baixada uma imagem ISO e se deseja ver o conteúdo do arquivo, há uma maneira fácil de realizar isso, montando-o utilizando o dispositivo loopback. Para tanto, executa-se o seguinte comando:

  # mount -t iso9660 -o loop,ro  debian-40r3-i386-CD-1.iso /mnt/iso 

Movendo um sistema de arquivos já montado para outro local

Tendo já montada uma partição no ponto de montagem / mnt/C/ e desejando-se montá-la em outro local, não é necessária desmontagem do sistema de arquivos e posterior montagem em outro local. Pode-se realizar isso através de um único comando usando a opção --move conforme o comando abaixo:

  # mount --move /mnt/C/ /mnt/novo_local/ 

Nota: Embora a opção --move sugira uma movimentação de dados, os arquivos não são transferidos, mas são apenas dissociados do ponto de montagem /mnt/C/ e assciados em /mnt/novo_local/.

Montando um sistema de arquivos em dois locais com permissões diferentes

Pode-se utilizar as opções --bind ou --rbind para montar uma partição já montada, que contém um conjunto de diretórios, para outro local com permissões diferentes. Por exemplo, caso se tenha um subdiretório apps em um ponto de montangem /mnt/C/ somente-leitura e pretende-se tornar acessíveis a outros usuários para a escrita dados, pode-se realizar isso usando a opção --bind com o comando:

  # mount -o rw --bind /mnt/C/apps /mnt/backup 

Assim, apenas o subdiretório apps é acessível como leitura e escrita em /mnt/backup.

Considerações Finais

O comando mount é um dos mais importantes comandos do mundo Linux/Unix. A montagem é uma tarefa corriqueira e sempre necessária nesses sistemas, o que faz com que se recorra diversas vezes ao uso do comando mount. Para desmontagem dos sistemas de arquivos, utiliza-se o comando umount que recebe como parâmetro o ponto de montagem ou o dispositivo.

  # umount '(ponto_de_montagem | dispostivo)' 

Para maiores informações sobre as outras opções do mount, verificar o manual da ferramenta:.

  # man mount 


 

 

Veja a relação completa dos artigos de José Messias Alves da Silva

Opinião dos Leitores

Rafael
12 Abr 2013, 08:43
Parabens e obrigado pela ajuda!!!
Bruno Lima
06 Out 2011, 18:57
Artigo muito bom. Direto ao ponto.
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script